O Segredo Pra Arrumar Um Namorado. Por Julia Michaels -

16 Mar 2019 13:02
Tags

Back to list of posts

<h1>10 Coisas Que Os Homens N&atilde;o Necessitam Fazer Se Quiserem Conquistar Uma Crian&ccedil;a</h1>

<p>As hist&oacute;rias que seguem se baseiam em entrevistas com 4 artistas brit&acirc;nicos adolescentes e bem-sucedidos -atores, poetas, dramaturgos ou pintores-que cresceram em comunidades mu&ccedil;ulmanas. Tr&ecirc;s dos artistas com quem conversei nasceram no Reino Unido; a quarta, Yusra Warsama, chegou ao estado ainda rapaz. Todos pela casa dos 30 anos, eles t&ecirc;m idade suficiente pra recordarem o multiculturalismo relativamente extrovertido dos anos 1990 e alcan&ccedil;aram a maioridade ao longo das tens&otilde;es crescentes alimentadas na agenda noticiosa dos &uacute;ltimos 15 anos.</p>

<p>A pergunta que eu queria lhes fazer era a seguinte: at&eacute; que ponto eles sentem que t&ecirc;m a responsabilidade de usar tua voz art&iacute;stica para combater os estere&oacute;tipos fortemente negativos enfrentados pelos jovens mu&ccedil;ulmanos brit&acirc;nicos? As Como Conquistar Um Homem Gay Ou H&eacute;tero , naturalmente complexas e variadas, s&atilde;o dadas nos depoimentos abaixo. Cada um dos entrevistados teve uma rea&ccedil;&atilde;o muito distinta aos desafios de fazer arte que pare&ccedil;a ser honesta e expressivo para o momento presente. Todavia alguns focos comuns emergiram das discuss&otilde;es separadas com cada um dos 4.</p>

<ul>

<li>7 SINAL 7 - ELE SIMPLESMENTE Adora TUDO O QUE VOC&Ecirc; EST&Aacute; FAZENDO</li>

<li>Se tem alguma promessa de voc&ecirc; namorar teu “ficante”</li>

<li> Leia A Transcri&ccedil;&atilde;o Da Entrevista De Duda Mendon&ccedil;a &agrave; Folha E Ao UOL em Folha</li>

<li>2 Professor Spada</li>

<li>um &quot;Come&ccedil;ar / In&iacute;cio No Ritmo&quot;</li>

[[image http://4.bp.blogspot.com/-GRM_SxDlGzk/Td_FbPWcHKI/AAAAAAAAAEI/2w732DUWJZc/s1600/ACCESS+-+Relacionamento.JPG&quot;/&gt;

</ul>

<p>Um deles foi a impress&atilde;o -expressa pela poeta, atriz e dramaturga Warsama-que o di&aacute;logo atual com a m&iacute;dia se fornece em m&atilde;o &uacute;nica. As comunidades mu&ccedil;ulmanas brit&acirc;nicas s&atilde;o frequentemente instrumento de investiga&ccedil;&otilde;es e desconfian&ccedil;a, contudo dificilmente ganham o espa&ccedil;o para expressar o que sentem em liga&ccedil;&atilde;o a isso. E, quando cada um dos 4 dialogou sobre ela, percebeu-se que, em cada caso, o desejo de ser compreendido em meio a um mar de incompreens&atilde;o foi o impulso que os levou a realizar tua voca&ccedil;&atilde;o em primeiro lugar. 2 dos quatro entrevistados abriram m&atilde;o de novas carreiras pelo motivo de sentiram que n&atilde;o tinham outra escolha sen&atilde;o tentar descobrir o significado em teu universo.</p>

<p>Para Avaes Mohammad, que pela &eacute;poca do 11 de setembro era doutorando em qu&iacute;mica, escrever ficou uma forma de resguardar sua sanidade. Ele aventou que as comunidades mu&ccedil;ulmanas que conhece sentem-se &quot;assediadas&quot; -espionadas, interrogadas, orientadas constantemente a &quot;p&ocirc;r tua resid&ecirc;ncia em ordem&quot;, como se n&atilde;o fossem e nunca tivessem sido uma divis&atilde;o semelhante da sociedade brit&acirc;nica. Isso, aconselhou o artista de rua Mohammed Ali, de Birmingham, levou a uma atua&ccedil;&atilde;o mais defensiva, um retornar-se para dentro, o isolamento e a paranoia, tal dentro de tua comunidade quanto em rela&ccedil;&atilde;o a ela.</p>

<p>Se os quatro artistas est&atilde;o engajados em uma quest&atilde;o que &eacute; comum a todos, &eacute; reverter essa tend&ecirc;ncia e transportar as comunidades a retomar seu di&aacute;logo. A arte &eacute; o canal pra este di&aacute;logo, uma forma de solapar as polaridades e encontrar qualquer terreno comum. Nenhum dos artistas se enxerga como porta-voz -isto seria um tipo diferente de nega&ccedil;&atilde;o da individualidade.</p>

<p>Variar o enredo &eacute; um servi&ccedil;o frustador e que &agrave;s vezes Pela Hora Da Compra, Homem Vai &agrave; Ca&ccedil;a E Mulher Quer Aten&ccedil;&atilde;o, Diz Especialista . Como Come&ccedil;ar uma Discuss&atilde;o No Whatsapp , como os 4 artistas concordariam, envolve mal&iacute;cia e surpresa. Mohammed Ali, 35, nasceu em Birmingham e desenvolveu o centro Hubb de artes em sua cidade natal. Suas pinturas adicionam refer&ecirc;ncias &agrave; caligrafia &aacute;rabe e tamb&eacute;m a estilos de grafitagem ocidentais.</p>

<p>Ele ganhou encomendas de murais em Londres, Nova York, Chicago, Toronto e muitas algumas cidades. Recentemente, Ali fez uma palestra pela primeira confer&ecirc;ncia TedX praticada no Vaticano, falando de independ&ecirc;ncia religiosa. O espa&ccedil;o Hubb foi aberto e era instigante, visto que n&atilde;o havia nenhum outro local semelhante. Era comandado por artistas mu&ccedil;ulmanos, por&eacute;m era aberto a todos.</p>

<p>E n&atilde;o ficava no centro de Birmingham e sim em Sparkbrook, um distrito afiliado a cada um dos tipos de negatividade. Isto foi em 2008. Levamos o centro adiante por tr&ecirc;s anos, e foi fant&aacute;stico. Vinha gente de todo espa&ccedil;o. Eu imediatamente viajei a muitos lugares, por&eacute;m sou defensor de Birmingham. Esta &eacute; minha cidade. Meu pai foi sepultado por aqui. Meus 3 filhos nasceram neste local. A C&acirc;mara Mundial comprou compulsoriamente o pr&eacute;dio do Hubb.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License